O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista.

  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word (doc, docx ou rtf).
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • A submissão não deve ser identificada em nenhuma hipótese.
  • O texto tem entre 6.000 e 9.000 palavras e seguir uma estrutura com introdução, conceitos (revisão de literatura), métodos, apresentação dos resultados, discussão e conclusão, além de referências bibliográficas e anexos (se necessário).
  • O resumo possui, no máximo, 250 palavras e segue a estrutura propósito, design/metodologia/abordagem, resultados, implicações práticas, implicações sociais e originalidade/valor.
  • Para avançar no desk review process é necessário que o artigo tenha pelo menos duas referências de publicações realizada na própria RASI e que pelo menos 90% das referências sejam de artigos científicos indexados.
  • O(s) autor(es) estão cientes que em sendo aprovada há uma taxa de processamento no valor de R$ 200,00 para que a publicação seja efetivada.

Diretrizes para Autores

A RASI aceita contribuições acadêmicas na forma de artigos tecnológicos e científicos em português, inglês ou espanhol (a critério dos autores) que sejam de interesse para a área de conhecimento de Administração e para a atuação do administrador de empresas e do administrador público, conforme a sua política editorial.

Os manuscritos deverão ser formatados no editor Word for Windows 6.0 ou superior, formato A4, em espaçamento simples, fonte Times New Roman, corpo 12. Margens superior, esquerda, inferior e direita iguais a 2,5 cm, não podendo exceder os limites mínimo e máximo de 6.000 a 9.000 palavras, respectivamente, contemplando todos os elementos (título, resumos, corpo do texto, referências, anexos e apêndices, quando aplicável).

As figuras, tabelas ou quadros devem ser apresentados no próprio corpo do texto, próximo do local onde são mencionados (arquivo principal).

Os arquivos e o conteúdo do texto e das figuras, tabelas e quadros não devem conter identificação de autoria. Caso seja possível identificar o autor ou os co-autores o artigo será rejeitado.

Recursos especiais de edição como sublinhado, hifenização, macros, recuos, além de outros, devem ser evitados. O itálico deve ser reservado para palavras em língua estrangeiras. Destaque de palavras e símbolos deve ser feito em negrito.

Os títulos e subtítulos devem ser escritos em negrito.

Notas devem ser evitadas.

A apresentação do manuscrito (o qual conterá o corpo do texto e será submetido no arquivo principal) deve seguir o seguinte formato:

• Folha de rosto não identificada: Para trabalhos em português, título em português e inglês, seguido pelo resumo em português e abstract. Para trabalhos em inglês, título em inglês e português, seguido por abstract e resumo em português. Para trabalhos em espanhol, título em espanhol, português e inglês, seguido pelo resumén, resumo em português e abstract (inglês). O resumo (e também resumén e abstract) deve ser justificado e em bloco único, contendo no máximo 200 palavras. O resumo deve ser escrito de forma concisa e clara. Ele deve conter: o objetivo da pesquisa; a base teórica adotada; a metodologia e a abordagem adotadas (quando adequado);o escopo teórico e empírico; os principais resultados encontrados na análise dos dados (quando adequado); implicações práticas, ou seja, quais mudanças devem ser feitas na prática da administração como resultado da pesquisa (se houver); implicações sociais da pesquisa, seus impactos na sociedade e nas políticas públicas (se houver); originalidade e valor do trabalho, incluindo a contribuição teórica e metodológica; e as limitações identificadas no processo de pesquisa (se houver). Após o resumo, os trabalhos em português devem apresentar entre três e cinco palavras-chave em português e as correspondentes keywords em inglês. Os trabalhos em inglês deverão apresentar entre três e cinco keywords e as correspondentes palavras-chave em português. Finalmente, os trabalhos submetidos em espanhol deverão apresentar entre três e cinco palabras clave, e as correspondentes palavras-chave em português e as keywords em inglês.


• Corpo do texto: O corpo do texto deve aparecer em uma nova página. Não inicie uma nova página a cada subtítulo. Observe que as partes convencionais de um artigo científico teórico-empírico devem incluir: introdução, referencial teórico, procedimento metodológico, resultados e análises, conclusão, referências e, opcionalmente, apêndices. O referencial teórico deve necessariamente cobrir a produção científica nacional e internacional relevante dos últimos cinco anos. Apêndices devem ser utilizados o menos possível.


• Citações: Sempre que alguma fonte for utilizada, deve-se citar o sobrenome(s) do(s) autor(es) e o ano da publicação. No caso de citações diretas a página da referência deve ser mencionada. Todas as fontes citadas devem ser mencionadas nas referências após o término do último tópico.


• Figuras, tabelas e quadros: Os títulos e legendas (quando necessárias) devem estar no próprio corpo do texto junto às figuras, tabelas e quadros.


• Normas para apresentação do trabalho: É obrigatório o uso das normas da APA. Estimulamos fortemente que todos autores, leitores e revisores leiam e apliquem o Manual de Boas Práticas da Publicação Científica da ANPAD. A ANPAD é a Associação Nacional de Pós-Graduação em Administração.

Para submeter o artigo, o primeiro autor deve necessariamente se cadastrar na RASI. No processo de cadastro o autor deve optar pela categoria autor além da categoria leitor.

Após o cadastro, para submeter um artigo, o autor deverá acessar a RASI a partir do seu login e senha e optar na página do usuário pela categoria autor. A seguir deve escolher a opção de submissão online na página SOBRE a revista. No procedimento de submissão do artigo, o primeiro autor será solicitado a preencher as informações cadastrais dos co-autores.

Agradecimentos devem ser inseridos durante o processo de submissão do artigo pelo primeiro autor no campo "Agências de Fomento".

Os conteúdos dos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores. 

Envio de manuscritos: Os trabalhos devem obedecer às políticas editoriais e às diretrizes para autores adotados pela RASI. A avaliação dos artigos recebidos seguirá o processo de avaliação dupla às cegas por pares, em consonância com o Manual de Boas Práticas da Publicação Científica da ANPAD. As políticas e as instruções para os autores estão disponíveis em  http://www.rasi.vr.uff.br. Os artigos devem ser submetidos unicamente pela página da Revista de Administração, Sociedade e Inovação, sem nenhum tipo de identificação.

Processo de avaliação: Após a submissão, o artigo será avaliado de acordo com o processo de avaliação por pares, em consonância com o Manual de Boas Práticas da Publicação Científica da ANPAD. A revista reserva-se o direito de solicitar aos autores possíveis alterações nos textos aprovados para publicação. O primeiro autor acompanhará o processo editorial, receberá solicitações de alterações e submeterá versões revisadas do artigo via sistema de editoração eletrônico da RASI, a partir do seu login e senha, na categoria de usuário autor. 

O processo editorial é composto das seguintes fases:

1- Avaliação editorial (desk review): Os editores da RASI avaliam o conteúdo submetido quanto à adequação as políticas e estratégias da revista. Em seguida, um editor é designado para acompanhar o processo de avaliação.

2- Revisão 1 da versão 1 (R1 -> V1): O editor responsável designa avaliadores até que obtenha pelo menos duas avaliações completas. Em seguida ele pode: 1) rejeitar o artigo; 2) aprovar para publicação; 3) solicitar ajustes/alterações/melhorias no artigo, em um prazo definido (em geral 30 dias), sempre subsidiando os autores com informação adequada e relevante. 

3- Revisão da versão 2 (R2 -> V2): Ao receber a V2 o editor deve avaliar os ajustes e pode encaminhar novamente aos avaliadores da V1. Em seguida, deve aprovar ou rejeitar o trabalho.

4- Editoração: Etapa realizada pelos editores e equipe de apoio no qual o manuscrito sofre ajustes finais além de ser verificada em software antiplágio (atualmente a revista utiliza o Copy Spider). Em seguida, essa versão final (VF) é enviada aos autores para aprovações e ajustes. Por fim, essa versão é transformada em arquivo Acrobat Reader (pdf) e publicada na sessão online first.  Durante este  processo, os autores devem pagar a taxa de processamento do artigo no valor de R$ 200,00. A informação sobre como pagar será enviada pelo Editor-Chefe ao primeiro autor por email.

5- Online first: Arquivo provisorio, sem numeração de página e DOI publicados no site da RASI.

6- Publicação final: No processo de lançamento da edição da revista são atribuidos o DOI e a numeracão de página em função da ordem dos artigos. Por fim, todo o material é publicado.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.