Adoção de Tecnologia na Organizacão: o caso de uma empresa brasileira do segmento de automação industrial

  • Natan de Souza Marques Universidade de São Paulo http://orcid.org/0000-0003-1875-5340
  • Aline Mariane de Faria Universidade de São Paulo
  • Roberto Sbragia Universidade de São Paulo
  • Bassiro Só Universidade de São Paulo
Palavras-chave: adoção de tecnologia, protocolo HART, automação industrial

Resumo

Com a abertura dos processos de inovação nas empresas, a adoção de tecnologia passou a ser fundamental. No presente artigo, analisamos como uma organização do segmento de automação industrial toma decisões de adoção de tecnologia. Assim, buscamos identificar quais fatores foram considerados na tomada de decisão. Para tanto, o estudo de caso foi utilizado como método de pesquisa, tendo como técnica de coleta de dados a entrevista estruturada com o gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da organização estudada. Como resultados, pôde-se verificar que o processo de adoção de tecnologia é realizado de forma conjunta, por um comitê técnico e de qualidade; que os esforços comerciais dos fornecedores não foram considerados no momento da adoção; que a decisão de adoção foi impulsionada principalmente pela consideração das características percebidas da inovação; o ambiente externo, mediante pressões competitivas a jusante na cadeia de valor, influenciou bastante a decisão de adoção; e também, que as características dos adotadores foram consideradas pela organização.

Biografia do Autor

Natan de Souza Marques, Universidade de São Paulo

Doutorando do PPGA do Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. Área: Gestão da Inovação.

Roberto Sbragia, Universidade de São Paulo
Professor Titular do Departamento de Administração da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo.

Referências

Bowonder, B., Dambal, A., Kumar, S., & Shirodkar, A. (2010). Innovation strategies for creating competitive advantage. Research-technology management, 53(3), 19-32.

Campomar, M. C. (1991). Do uso de “estudo de caso” em pesquisas para dissertações e teses em administração. Revista de Administração, São Paulo, 26(3).

Cassiolato, C. (2014). Hart sobre o Profibus. Artigo Técnico. SMAR Equipamentos Industriais. Recuperado em 15/11/2014, de: http://www.smar.com/brasil/artigo-tecnico/hart-sobre-o-profibus

Chesbrough, H. Open Innovation: The imperative for creating and profiting from technology. Harvard Business School Press.

Cooper, D. R., & Schindler, P. S. (2011). Métodos de Pesquisa em Administração. 10a ed., Porto Alegre: Bookman.

Frambach, R. T., & Schillewaert, N. (2002). Organizational innovation adoption: A multi-level framework of determinants and opportunities for future research. Journal of business research, 55(2), 163-176.

Gil, A. C. (1996). Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas.

Godoy, A. S. (1995). Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de empresas, 35(3), 20-29.

Kumpe, T., & Bolwijn, P. T. (1994). Toward the innovative firm—challenge for R&D management. Research-Technology Management, 37(1), 38-44.

Lunardi, G. L., Dolci, P. C., & Maçada, A. C. G. (2010). Adoção de tecnologia de informação e seu impacto no desempenho organizacional: um estudo realizado com micro e pequenas empresas. Revista de Administração, 45(1), 5-17.

Naranjo-Gil, D. (2009). The influence of environmental and organizational factors on innovation adoptions: Consequences for performance in public sector organizations. Technovation, 29(12), 810-818.

Neely, A., & Hii, J. (1998). Innovation and business performance: a literature review. The Judge Institute of Management Studies, University of Cambridge, 0-65.

Nemoto, M. C. M. O., Vasconcellos, E. P. G. D., & Nelson, R. (2010). The adoption of new technology: conceptual model and application. Journal of technology management & innovation, 5(4), 95-107.

Rogers, E. M. (2003). Diffusion of Innovations. 5a ed., New York: Free Press.

Thong, J. Y., & Yap, C. S. (1995). CEO characteristics, organizational characteristics and information technology adoption in small businesses. Omega, 23(4), 429-442.

Yin, R. K. (1994). Case Study Research: design and methods. EUA: Sage Publications.
Publicado
2017-06-06
Seção
Artigos Científicos